1.6.08

Eu e o Charles Bronson

Charles Bronson é o cara da minha infância!!! Que assustador não?
O fato é que eu, quando pequena, assistia a todos os filmes do Charles Bronson. Talvez por isso eu era uma menina tão durona.
Lembro que na pré-escola quando vinham falar "ai que bonitinha" eu fechava a cara e mostrava uma banana. Odiava quando me achavam bonitinha e essas coisas todas.
Eu fazia balé. Achava aquilo a coisa mais absurda do mundo; ficar dançando enquanto poderia estar por aí esbolachando os criminosos!!!
Fui sempre durona, chorar? Coisa de frutinha!!!
Demonstrar meus sentimentos? Jamais!!!
Uma vez um namorado me disse "eu te amo" eu simplesmente respondi..."obrigada".

Mas tudo mudou!!!

Na primeira gravidez me peguei chorando assistindo uma propaganda de margarina!
Na gravidez do Bernardo me acabei de emoção ao ver os X-Men lutando unidos, juntos!!!
Agora essa semana foi o pior de tudo...
Chorei mesmo, mas de me acabar, vendo os funcionários de uma empresa dando caronas. Agora eles são obrigados a conviver com as pessoas, dar carona, conversar e tal...não é lindo?!!!
Enfim, a maternidade me transformou em uma bundona, capaz de chorar por qualquer coisa... fico pensando... o que diria Charles Bronson?
Pin It

15 comentários:

Carla Sizino disse...

Adorei seu blog, e seus trabalhos são lindos, o tutorial sobre os botões veio a calhar... Beijos
Me visite!

Beti Copetti disse...

hahaha Adorei o texto!!!

marina vargas disse...

hahahaha...
quando era pequena (e mesmo em algumas épocas depois de velhinha) também não gostava de ser "fofa". eu queria mais era ser "foda", sabe? hahaha!
quanta bobeira... :]
mas tanto em momentos de fofa ou de fodona, sempre fui chorona. já me peguei chorando até com horário político (não que me orgulhe disso - hehehe).

e acho que o charles te diria: você é muito foda, justamente porque conseguiu ser bundona e ir em frente. há tanta gente que não se permite... ;]

R. Hübner disse...

Oii!
Olha... não sei o que ele te diria...
Mas eu te digo que sou igualzinha a vc... hehe
Choro muuito hehe

Beijos

.faso disse...

Charles Bronson falaria que só o Chuck Norris que não chora! XD

Mas é assim mesmo... a vida nos muda muito - fico imaginando eu, que já sou manteiga derretida, com que eu ficarei quando a Aline tiver um baby... vendo aquela coisinha mulatinha sorrindo para mim! XD

Bjos,

.faso

Anônimo disse...

AI,ai realmete já fui assim tbm...
uma vez respondi pra minha avó quando me perguntou sobre namorado:
Amor é uma flor roxa que nasce no coraçao do trouxa!
Hj só de ver meus filhos dorminndo, , fico com olhos marejados...

mery disse...

ai que lindo!! Fá, eu também cresci assistindo os filmes de far west do Charles Bronson, chorei no dia em que ele morreu...Ele é durao, mas é lindooooo!!
amei o seu texto!!!
beijos
mery

Rita Copetti de Queiroz disse...

muito bom!!!
Eu ria enquanto lia e imaginava um pouco de mim no texto! Meu vo adorava o cara, então eu e meus irmãos sempre viamos os filmes dele.

adorei! bjinho

Carlinha disse...

Nossa! eu tb já fui durona, mas não tanto, mesmo assim identifiquei-me muito com seu texto! achei muito engraçado... tanto que senti todos os pontos da recente cesárea de tanto rir!
Beijinhos!

Trapolhices disse...

Também cresci a ver os filmes do C. Bronson... influência de meu pai. Filmes também de cowboys e índios, especialmente com o clint eastwood, burt lancaster e john wayne, mas nunca fui uma durona. Parecia, mas sempre fui babaca e sentimental. Fui mãe aos dezasseis anos... por isso.... desde muito cedo que a minha filha me comove e me faz ficar derretendo de felicidade por ter 14 anos e ser um espectáculo de miúda e uma fortíssima futura mulher! Mães........!
O Charles Bronson também teve mãe.... ela também devia rebentar de orgulho por ele ao ponto de ficar com os olhos marejados.........

Patricia disse...

Oi, querida!! Ando muito sumida, mas agora com o aniversário do B. se aproximando, voltei a costurar. Vi seu flickr e o seu Bernardo está lindo!!!!!! E parabéns pelos lindos trabalhos.
Beijo!

Fá Giandoso disse...

Nossa Patrícia parece loucura mas pensei muito em vc ontem.
Como está seu Bernardo?
Que saudades de seus posts e trabalhos!
Beijos querida e volta!!!

Bordados da Léa disse...

cadê vc?

Laély disse...

KKKKK!
Adorei!( Não o Charles Bronson, mas a sua transformação: "a rocha, em margarina Qualy"!)

arte de todo tipo disse...

HAHAHAHAHHAHAAH.....
Este seu post me fez chorar sorrindo e rir chorando!!!!

Você sabe... meu pai sempre foi fã de Charles B. Parte de minha infância e adolescência, eu só assistia a seus filmes, pois quando meu pai comprou um video cassete na época, eram os filmes que mais ele alugava.

rsrsrsrsrsrsrs....

A vida é assim!!!
Assim deste jeito!!!

Parabéns pelo Blog... É "Supimpa"!!!

Felicidades e Sucesso!!!

Bê =D