29.9.14

Obrigada!


Tá quase tudo em ordem. Quase...
Minha vidinha simples, bagunçada e feliz parece voltar ao ritmo de sempre pós meu último curso na Eduk.
Acho que é nítido o quanto dá trabalho preparar um curso desses! Gente é muita coisa pra preparar!
O que salva é a equipe Eduk incrível que ajuda muuuuuuito!
Mas, costurar tudo fica por minha conta; e abrir as costuras por conta do meu bem! ;D

Queria agradecer o carinho de tanta gente que não conheço pessoalmente, mas me abraçou com seu bom humor, sua sede de aprender e principalmente com sua vontade alucinada de cortar pano e costurar comigo!
Gente é muito carinho!!! Chorei tanto!

Não é nada fácil ser artesã, ainda mais no Brasil.
E receber o feedback incrível das minhas alunas Eduk não tem preço.
Obrigada a todos da Eduk, do  Elo7 e vão guardando os retalhos aí que já já tem curso novo!
Sim minha gente. Já estou preparando o novo curso e tenho certeza que vocês vão amar!
Tenho outras novidades pra contar aqui! Aguardeeeeem (beijo Silvio Santos)!



Ah, não se esqueçam de mostrar seus trabalhos! Use #patchworkmodernoII  no Instagram que eu vou amar espiar o que vocês estão costurando! ;D

Pin It

13.8.14

Patchwork Moderno II - Pensei, risquei, cortei e principalmente desapeguei!


Semana que vem (Senhor já é semana que vem) é tempo de Patchwork Moderno II na Eduk.
Meu novo curso para a Eduk foi pensado durante as longas semanas de repouso da gravidez do Domenico.
Já que não dava pra costurar, ao menos pensar e rabiscar alguma coisa dava. E foi assim, entre esboços mil que esse curso nasceu.
Queria dessa vez trabalhar com projetos mais elaborados que não fossem chatos de fazer. Tá, é verdade que eu acho tudo divertidíssimo no mundo dos quilts; e por ter ficado tanto tempo sem costurar, tudo, absolutamente tudo, me deixa alegre e saltitante. Nunca antes na história desse país eu vi tanta felicidade ao abrir costuras!

Projetos rabiscados, hora de escolher os tecidos... Oh céus!


É sempre a parte mais difícil, né? O que combina com que?
Círculo Cromático ajuda muito e por isso eu uso. Cores decididas, vem a parte dura de abrir o armário e tirar os panos de lá. Isso é tão difícil!
Meu armário é um pouco organizado. Separo os tecidos por cores e todo mundo acredita que a separação dos panos é realmente essa...
O negócio é mais embaixo minha gente!
É importante dizer que dentro do meu armário existem castas de panos muito distintas! E no fundo é assim que eu organizo meus panos:

Panos cobaias, panos pra usar e panos que não vou usar nunca!
Vocês tem isso também?
Tem pano que eu compro pra testar projeto e mesmo que dê tudo errado eu não vou ficar chorando deprimida tomando sorvete de chocolate.
E não gente, esses panos não são panos lisos! Quando vocês entenderão que pano liso é pura ostentação?!
Os "panos cobaias" são tecidos que a gente compra mais baratinho, que são bonitos e que vai que dá certo o teste, você já tem uma coisa linda pronta! Invista nesses tecidos!

Os "panos pra usar", são tecidos que eu gosto muito e que vou colocar na pista sem dó nem piedade. Alguém já se sacrificou por eles (os panos cobaias ok?) e então, eles podem viver o sonho de sair do armário (meu senhor armário de tecidos tá?) e viajar por aí sendo um quilt feliz!

Agora os "panos que não vou usar nunca" são aqueles que eu compro, cheiro de vez em quando e escondo novamente atrás da pilha de tecidos. São panos maravilhosos dos designers que mais amo e que não são feitos pra costurar, mas para puro deleite e adoração...

Mas como não quero arder nas profundezas do inferno preciso praticar o desapego aos bens e decidi juntar muitos desses "panos que não vou usar nunca" nos quilts para o curso.
É verdade que enquanto cortava eu pensava: "cara por que tu tá nessa? por que tá fazendo isso? vai comer um bolo e para agora de cortar isso"...   mas fui forte, comi sim o bolo e continuei cortando.
Tudo foi ficando tão bonito, tão colorido e tão alegre que eu pensei que pano bonito é pra se cortar, afinal "tudo que é bonito é pra se mostrar"... gente que axé!!!

Então, nesse curso vocês verão meus panos mais lindos e amados nos quilts que preparei com muito amor para vocês.
Sabe aquela coisa de prato cheio de spaghetti e você fala "mãe já tá bom" e a mãe põe mais um pouquinho? Essa é a pegada desse novo curso. Coloquei muita coisa que amo para que  minhas alunas queridas sintam todo esse amor e costurem muito!

O teaser foi gravado na semana passada. Nervosismo que vocês não fazem ideia! Quase morri. Superar minha dificuldade em decorar coisas e o pânico das câmeras não é nada fácil. Eu dei um trabalhão danado pra equipe. Judiação!



Mas o pessoal da Eduk faz milagres e o teaser tá prontinho e bacana!
Dê uma olhada no resultado:



Durante os próximos dias vou contando mais detalhes sobre o curso.
Beijo e vejo vocês! =) Pin It

16.7.14

Meu Economy Block Quilt


Mais um quilt pronto e mais panos livres dos calabouços por mim chamados de "caixas de retalho".
Se você querido leitor conhece um pouquinho de quem vos escreve sabe que jogar pano fora por menor que seja o pedacinho me causa náuseas e desconforto abdominal.
Meta da minha vida agora nem é perder peso mas sim fazer quilts usando somente os meus retalhos e tem dado bastante certo. Já estou no segundo quilt e tem mais vindo por aí.
O quilt da vez foi um projeto delícia que fizemos em um dos encontros do SPMQG.


E esse bloco o Economy Block foi o escolhido por muita gente no começo de 2014 para dar aquela ordem no estúdio.


Se você procurar por #economyblockalong no Instagram vai ver a quantidade de coisa linda.
Só paninho fofo e assim acabou nascendo esse quilt para bebê super colorido. Bebê gosta de cor...
Sabe que enquanto estava na design wall esses blocos tão coloridos faziam o Domenico rir e ficar todo tranquilo?


Amo coisas bem coloridas para bebê e sei que eles amam também.
Esse quilt todo alegre já está disponível na minha loja esperando por você.



Espero que você se anime com meu pequeno quilt e faça um também. Colocar aqueles retalhinhos que a gente ama tanto em algo gostoso como um quilt é sempre muito bom.
Beijo gente! Pin It

18.6.14

Aveia e mel


Acordei e pensei: "De hoje não passa! Vou começar um novo quilt. "
E tinha de ser um quilt usando somente retalhos do ano passado.
Comecei virando as caixas de pano na bancada para escolher os retalhos mais queridos.
Faço isso sempre em Janeiro, mês perfeito para minha faxina de estúdio. Mas com o barrigão, não rolou.
Estampas escolhidas, surgiu o drama da vida: meus intermináveis metros de pano branco terminaram.
Pense que no momento dessa grave constatação, eu me pus a gritar e a puxar os cabelos.
Passado o choque inicial, a alternativa era usar outro background, um outro neutro.
Cinza não que morro de dó de usar. Então, vamos de bege. E por que não vários beges, como os retalhinhos de linho que eu tanto idolatro?
Assim, com os panos escolhidos e com um bloco fácil pra curtir o momento (sem precisar jogar bloco errado longe) eu fiz esse topo numa tarde.
Quilting simples... a parte mais legal ficou pro final.


Viés com mais retalhos. Sempre sobra pedaços de viés dos quilts e vou guardando, pois não sei se você sabe, mas eu não jogo pano fora.


Quilt pronto com nome de coisa gostosa: aveia e mel.
Aveia para esse bege todo e o mel para as estampas docinhas.


Meu primeiro quilt pós Domenico está prontinho e já disponível na minha loja.

Tem mais quilt saindo. Mostro logo pra vocês.

Pin It

16.6.14

É o que tem pra hoje


Depois das trinta e oito semanas mais longas da minha vida estou animadíssima para voltar ao ritmo de sempre.
O ritmo ultimamente tem sido de canção de ninar.
Domenico é um bebê lindo, chorão e faminto. Sou praticamente uma mamadeira que costura e faz moonwalk.
É cochilar quando dá, amamentar, curtir cada minuto desse garoto fofo que chegou em nossa casinha e deixou todo mundo apaixonado e amamentar novamente.
Não, as crianças não tem sentido ciúmes. Todo mundo me pergunta isso...
Todos estão loucos de amor, me ajudam muito e seguem vendo cada sorrisinho, cada "ah gu" mais longo com entusiasmo.
Entusiasmo define minha volta ao quarto de costura. Que saudade!
Durante a gravidez não costurei nada, então estava mesmo com muita vontade de cortar pano, abrir costura (pra ver que a coisa é grave) e costurar horas sem fim.
Não está fácil fazer tudo isso. É uma perna balançando o carrinho e outra no pedal da máquina.


Mas tá bom. O legal da nossa espécie é se adaptar né?
Minha meta inicial é fazer quilts usando somente os retalhos que abarrotam as caixas por todo quarto de costura. Nada de abrir armário e usar pano novo.
Sem minha faxina anual de Janeiro agora é hora de acabar com a bagunça e botar estúdio e quilts em dia.


Minha cabeça cheia de idéias, minha bancada cheia de panos e os quilts vão saindo.



O ritmo é outro. Vou fazendo o que dá. Vou fazendo o que eu gosto. Vou agradecendo essa vida tão cheia de amor!
Pin It