16.7.14

Meu Economy Block Quilt


Mais um quilt pronto e mais panos livres dos calabouços por mim chamados de "caixas de retalho".
Se você querido leitor conhece um pouquinho de quem vos escreve sabe que jogar pano fora por menor que seja o pedacinho me causa náuseas e desconforto abdominal.
Meta da minha vida agora nem é perder peso mas sim fazer quilts usando somente os meus retalhos e tem dado bastante certo. Já estou no segundo quilt e tem mais vindo por aí.
O quilt da vez foi um projeto delícia que fizemos em um dos encontros do SPMQG.


E esse bloco o Economy Block foi o escolhido por muita gente no começo de 2014 para dar aquela ordem no estúdio.


Se você procurar por #economyblockalong no Instagram vai ver a quantidade de coisa linda.
Só paninho fofo e assim acabou nascendo esse quilt para bebê super colorido. Bebê gosta de cor...
Sabe que enquanto estava na design wall esses blocos tão coloridos faziam o Domenico rir e ficar todo tranquilo?


Amo coisas bem coloridas para bebê e sei que eles amam também.
Esse quilt todo alegre já está disponível na minha loja esperando por você.



Espero que você se anime com meu pequeno quilt e faça um também. Colocar aqueles retalhinhos que a gente ama tanto em algo gostoso como um quilt é sempre muito bom.
Beijo gente! Pin It

18.6.14

Aveia e mel


Acordei e pensei: "De hoje não passa! Vou começar um novo quilt. "
E tinha de ser um quilt usando somente retalhos do ano passado.
Comecei virando as caixas de pano na bancada para escolher os retalhos mais queridos.
Faço isso sempre em Janeiro, mês perfeito para minha faxina de estúdio. Mas com o barrigão, não rolou.
Estampas escolhidas, surgiu o drama da vida: meus intermináveis metros de pano branco terminaram.
Pense que no momento dessa grave constatação, eu me pus a gritar e a puxar os cabelos.
Passado o choque inicial, a alternativa era usar outro background, um outro neutro.
Cinza não que morro de dó de usar. Então, vamos de bege. E por que não vários beges, como os retalhinhos de linho que eu tanto idolatro?
Assim, com os panos escolhidos e com um bloco fácil pra curtir o momento (sem precisar jogar bloco errado longe) eu fiz esse topo numa tarde.
Quilting simples... a parte mais legal ficou pro final.


Viés com mais retalhos. Sempre sobra pedaços de viés dos quilts e vou guardando, pois não sei se você sabe, mas eu não jogo pano fora.


Quilt pronto com nome de coisa gostosa: aveia e mel.
Aveia para esse bege todo e o mel para as estampas docinhas.


Meu primeiro quilt pós Domenico está prontinho e já disponível na minha loja.

Tem mais quilt saindo. Mostro logo pra vocês.

Pin It

16.6.14

É o que tem pra hoje


Depois das trinta e oito semanas mais longas da minha vida estou animadíssima para voltar ao ritmo de sempre.
O ritmo ultimamente tem sido de canção de ninar.
Domenico é um bebê lindo, chorão e faminto. Sou praticamente uma mamadeira que costura e faz moonwalk.
É cochilar quando dá, amamentar, curtir cada minuto desse garoto fofo que chegou em nossa casinha e deixou todo mundo apaixonado e amamentar novamente.
Não, as crianças não tem sentido ciúmes. Todo mundo me pergunta isso...
Todos estão loucos de amor, me ajudam muito e seguem vendo cada sorrisinho, cada "ah gu" mais longo com entusiasmo.
Entusiasmo define minha volta ao quarto de costura. Que saudade!
Durante a gravidez não costurei nada, então estava mesmo com muita vontade de cortar pano, abrir costura (pra ver que a coisa é grave) e costurar horas sem fim.
Não está fácil fazer tudo isso. É uma perna balançando o carrinho e outra no pedal da máquina.


Mas tá bom. O legal da nossa espécie é se adaptar né?
Minha meta inicial é fazer quilts usando somente os retalhos que abarrotam as caixas por todo quarto de costura. Nada de abrir armário e usar pano novo.
Sem minha faxina anual de Janeiro agora é hora de acabar com a bagunça e botar estúdio e quilts em dia.


Minha cabeça cheia de idéias, minha bancada cheia de panos e os quilts vão saindo.



O ritmo é outro. Vou fazendo o que dá. Vou fazendo o que eu gosto. Vou agradecendo essa vida tão cheia de amor!
Pin It

5.11.13

"É primavera... te amo!" Sério?!


É primavera. Fato.
Flores, pássaros cantando, que beleza a vida se renovando...
Ah, fala sério! Não há pessoa mais mal humorada nesse mês de Outubro do que eu! Estou com ódio das flores, dos pássaros, da primavera, de tudo que é tão bonito e feliz.
Não sei se há TPP (tensão pré-parto) para as outras mulheres, mas para mim existe. Sim meu parto está super longe... estou quase surtando.
Gravidez para mim não é bonita como em propaganda de dia das mães. Muito pelo contrário!
Para mim é um tempo difícil que passo reclamando da vida e contando cada minuto para receber minha anestesia!
Ah, minha anestesia como eu te quero!

Demora muito esse lance de esperar bebê.
E a espera é um saco pra mim.
Passei 85% do mês de Outubro abraçada ao vaso sanitário, triste, desanimada me sentindo o fracasso em forma de mortadela, porque essa é a visão que tenho de mim cada vez que me olho no espelho: uma grande e gorda mortadela.
Dani diz que estou linda, mas acho que ele é um mentiroso sádico que diz isso só pra me irritar. Depois de meia hora mudo de idéia e lembro que ele me ama sendo mortadela ou não e continuo.

A impotência de não conseguir fazer nada é a pior parte. Eu sempre acho que posso resolver o mundo e perceber que meu mundo é o sofá ou no máximo meu banheiro é muito duro, minha gente.
Tudo isso me educa muito. Filhos são pura educação para mim. Talvez seja essa a maior razão da minha angústia, saber que ainda tenho muitas semanas de calar, parar, sentir e simplesmente ver a banda passar.

E é o que tenho feito. Tenho visto tantas coisas que na correria eu não conseguia ver. Estava perdendo tantas coisas... Essa desaceleração me tem mostrado um mundo tão diferente que não é chato, só é mais lento e por que não dizer bonito.
Você já viu algum documentário de flores crescendo? Aqueles com câmeras bacanas que a gente consegue observar a flor crescendo e explodindo um mundo de cor diante dos seus olhos?
Assim tem sido meus últimos dias. A pior parte dos enjoos passou e estou vendo cores novas diferentes, cores que eu não via antes.

Nesses dias de Outubro terminei um lindo quilt de bebê mega primaveril.


Me agarrei nas cores desse quilt, no seu bloco simples no branco que me descansa.
Muitas horas de trabalho, mas que tranquilidade. Eu, as flores desse quilt e o bebê.
Esse quilt foi meu jardim secreto no mês de Outubro.




Pin It

19.9.13

Nove semanas...

Viver intensamente... Quem não sonha com isso?
Eu, sem planos ou metas, tenho vivido assim.
Nas últimas nove semanas tanta coisa aconteceu.
Tive minha casa tomada de estrangeiros. Nunca vi essa gente na minha vida, mas comemos, rimos, cantamos, choramos juntos e sei que tenho 37 novos irmãos!
A JMJ mudou tanta coisa de lugar. Nos desinstalou de uma maneira tão incrível... que saudade!


Depois, feira de artesanato que consome até a alma. Estande, peças, ficar lá por quatro dias....
Mas valeu muito a pena. Aprendi muito com o evento, conheci gente linda, abri caminhos....


Depois foi o SewDown Philadelphia. Evento que eu sonhei tanto e que se tornou realidade.
Anjos me ajudaram do começo ao fim do evento. Essa viagem mudou minha vida profissional de uma maneira incrível. Vou aos poucos contando todas essas mudanças que estavam na minha cabeça e que agora, enfim, vão tomar vida!


E o convite que recebi do Elo7 e do site Eduk?
Dar aula de patchwork moderno ao vivo na internet? Meeeeeedo!



Mas no fim deu tudo certo. Sobrevivi! Nunca fiquei tão nervosa na minha vida! Como essas pessoas fazem esse tipo de coisa todo dia na tv e não morrem de pânico?
Louco demais pensar - só no fim quando tudo acabou para não surtar - que tem um mundo de gente te vendo costurar e se interessando por isso! Fantástico!!! Mas ainda assim, louco!

O que quero dizer é que o mais lindo dessas novas semanas é a conclusão de que minha vida está mudando tão rapidamente, tão bruscamente e eu estou tão feliz com isso!
Nove semanas e minha vida está praticamente outra, praticamente uma vida nova, ou melhor, um nova vida.
Descobri que há exatas nove semanas cresce alguém aqui comigo.
Esse filho que eu quero há tanto tempo resolveu vir agora no meio desses acontecimentos todos. E minha vida que parecia mudar, já mudou.

Fase linda para costurar muitos quilts para esse novo bebê!!! =)

Tudo parece fora de lugar e a fase agora é de encontrar um lugar pra cada coisa.
Tive nove semanas de muita intensidade e agora sinto uma deliciosa calmaria... só me resta esperar, arrumar, costurar.
Estou feliz!

Pin It